Piercings bucais, esse modismo vale a pena?

Nada contra quem usa ou já usou, mas como uma estudante da área de saúde e futura odontóloga, é meu dever alertar dos riscos e malefícios desta moda. Antes de especificar o assunto, falarei um pouco deste adereço, pois acho importante sabermos do que estamos discutindo.

Piercings são adornos aplicados no corpo através de perfuração, e seu uso tem aumentado, em todo o mundo, entre jovens de diferentes classes sociais. A palavra piercing deriva do verbo inglês to pierce, que significa furar, perfurar e é usada para definir um adorno de aço inoxidável, ouro, prata, teflon, acrílico ou titânio, fixado em diferentes partes do corpo, através de perfuração.

Há relatos de uso do piercing entre os egípcios, maias e nativos norte-americanos, tendo conotações espirituais, sexuais, estéticas e de rituais de passagem. São considerados como uma forma de expressão, arte corporal ou simplesmente uma moda. Os primeiros relatos sobre piercing oral na literatura odontológica datam da década de 90, sendo, portanto, um fenômeno relativamente novo para os dentistas. Na cavidade bucal, os locais comumente utilizados são os lábios, a língua, o freio lingual e o freio labial. Há ainda o piercing dental, muito ultilizadado hoje em dia a qual se compõe por pequenas peças que podem ser confeccionadas com ouro, pedras preciosas, diamantes ou cristal sintético e são coladas ou incrustadas no dente levando ao desgaste do mesmo para uma melhor incrustação.

piercings dentais

piercings dentais

piercing no freio labial

piercing no freio labial

piercing no freio lingual

piercing no freio lingual

Os riscos oferecidos pelo uso de piercings orais são muitos.O primeiro deles pode ser devido ao ato de aplicação do adorno, que, na maioria das vezes, não se dá por um profissional da saúde. Piercers são pessoas sem habilitação profissional, autodidatas, que muitas vezes desconhecem a anatomia humana, as condições sistêmicas do paciente e os parâmetros corretos de esterilização e assepsia, expondo o cliente, a doenças como tétano, hepatite, AIDS e herpes.

Alerta: os piercers não possuem licença para a utilização de anestésicos locais nem para prescrição de medicação pós-operatória, por isso, são comuns complicações como dor, edema e hemorragias. O edema é decorrente da colocação de um piercing lingual, em casos extremos, poderá comprometer as vias aéreas superiores. Se o piercing não for colocado exatamente sobre a linha média lingual, poderá causar sangramento prolongado e/ou parestesia (distúrbio da sensibilidade), devido à presença de feixes vasculonervosos localizados paralelamente a ela.

Além de complicações decorrentes da colocação do piercing, o uso do mesmo pode causar danos aos dentes, ao periodonto e aos tecidos de revestimento, tais como fratura dental, trauma à mucosa e recessão gengival associada a defeito ósseo periodontal . As chances de se observar tais problemas na cavidade bucal aumentam com o tempo de uso do piercing. Há também relatos de sensibilidade dental por galvanismo (eletricidade desenvolvida pelas ações químicas ou pelo contato de dois metais diferentes), reações alérgicas, irritação na pele com o uso de piercing labial, possivelmente por extravasamento de saliva, endocardite bacteriana, aspiração e ingestão do piercing, embolia cerebral e infecções locais. Abaixo alguns exemplos:

trauma dental causado pelo piercing

trauma dental causado pelo piercing

trauma causado pelo piercing

trauma causado pelo piercing

Os aspectos colaterais voltados para os problemas funcionais também podem ocorrer, como dificuldade na mastigação, deglutição e fonação. O usuário de piercing também pode desenvolver hábitos parafuncionais por “brincar” com o adorno, o que acentua os riscos de traumatismo e fraturas dentárias, além de poder gerar hiperatividade muscular.

trauma causado pelo piercing

trauma causado pelo piercing

A higiene do piercing deve ser incentivada e até mesmo ser realizada pelo profissional, se necessário. Até mesmo o trabalho do dentista pode ser dificultado pelo adorno, pois os mesmos aplicados na região peri e intraoral podem prejudicar o diagnóstico de patologias, à medida que interferem nas imagens radiográficas, sem contar com a estética, pois com a remoção do piercing deixará cicatrizes especialmente na região labial.

Além disso, muito se fala do potencial carcinogênico do trauma na mucosa bucal. Já se sabe que o câncer bucal é uma doença multifatorial e que o trauma está presente em vários casos, portanto, não se pode descartar nem afirmar a existência dessa associação. Vale lembrar que hábitos nocivos, como o uso de álcool e fumo, aumentam a incidência desses malefícios.

piercing

Como já foi dito, é DEVER dos cirurgiões-dentistas, alertar seus pacientes sobre os riscos e possíveis malefícios inerentes à aplicação e ao uso. Em se tratando de paciente já usuário de piercing oral, o cirurgião-dentista deve orientá-lo quanto à higienização, pois o piercing, tendo uma superfície não descamável, é também capaz de acumular placa e cálculo dental.

Referências: Artigo Piercing oral: beleza, riscos e o papel da odontologia
Oral piercing: beauty, risks and the role of dentistry
Mariana Marquezan, Leandro Teixeira Souza, Orlando Tanaka;  imagens: http://odontologianabocadopovo.blogspot.com.br/2010/05/piercing-em-tecidos-moles-da-boca-seis.html; http://agendar.no.comunidades.net/index.php?pagina=1158922494_13; http://drarebecamoura.blogspot.com.br/2011/01/piercing-uma-ameaca-saude-bucal.html; http://www.nopodonto.com.br/mais.html

Uma resposta em “Piercings bucais, esse modismo vale a pena?

  1. Geralmente, pessoas desavisadas fazem uso desses artifícios, achando interessante seguir a moda mas esquecendo da própria saúde e segurança. Melhor seria se pesquisassem antes de cometer esse tipo de agressão ao próprio corpo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s